Completa-se um ano da tragédia do ferry Sewol

Um ano atrás, o mundo se comovia pelo naufrágio do ferry Sewol nas águas próximas à ilha de Jindo, naufrágio que matou mais de 300 pessoas (295 mortos e 9 desaparecidos), marcando a fogo a história de 476 passageiros, incluindo 325 estudantes do ensino médio, que viveram um pesadelo.

As homenagens foram replicadas hoje em toda a Coréia do Sul, levando a presidente Park Geun-hye à cidade portuária de Paengmok, nas proximidades de onde aconteceu a tragédia. Parentes das vítimas deixaram o local antes de sua chegada, em protesto às medidas tomadas pelo governo ao longo da investigação do infeliz evento. “Ainda existem nove desaparecidos do naufrágio do ferry, o Governo fará todo o possível para que eles possam voltar a seus entes queridos”, disse Park, acrescentando que vai tomar medidas para recuperar o navio afundado o mais rapidamente possível.

Presidente sul-coreana Park GeunHye visita a cidade de Pang
Presidente sul-coreana Park GeunHye visita a cidade de Paengmok.

Durante o dia, cerca de 300 organizações privadas e governos locais realizaram cerimônias de recordação às vítimas. Na parte da tarde foi realizada uma cerimônia a portas fechadas em Ansan Danwon da High School, colégio que os estudantes falecidos frequentavam. Na cidade de Ansan, mais precisamente no altar funeral-grupal dedicado às vítimas, também aconteceram homenagens. De acordo com a agência de notícias Yonhap News “A Assembleia Nacional já aprovou uma resolução pedindo a rápida recuperação do Ferri, convencido de que isso vai ajudar a aliviar o sofrimento das famílias das vítimas e sobreviventes.”
O navio ainda permanece 40 metros abaixo da superfície, e com ele as dúvidas, o sentimento de impunidade e angústia sobre a morte de muitas pessoas inocentes.

Como KoreaIN estendemos a nossa solidariedade para com as famílias dos falecidos e todo o povo coreano, pois esta é uma ferida que está longe de ser curada.


Este artigo é uma tradução autorizada pelo portal latino americano Xiahpop. Veja o artigo original em Xiahpop.
Tradução e adaptação: Revista KoreaIN

Fonte: YonhapNews

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s